REEDUCAÇÃO ALIMENTAR: PRIMEIRO PASSO.

domingo, 31 de maio de 2009
A reeducação alimentar interfere na formação de novos hábitos, é necessário iniciar com o esclarecimento de conceitos errôneos, sabe-se que as restrições alimentares podem trazer consequências psicológicas sérias às pessoas. Indivíduos reprimidos que estão sempre de “dieta” comparados com aqueles que não estão, tendem a cometer exageros alimentares mais seguidamente, com isso vem o sentimento de arrependimento e a desculpa para “quebrar” a dieta. Esclarecer o equilíbrio entre as calorias e os nutrientes presentes nos alimentos, para que se possa escolher, o que será melhor, um caqui médio, por exemplo, que possui as mesmas calorias que um bombom pequeno, o que me sacia mais, de que nutrientes estou necessitando no momento, o que trará benefícios à saúde, a curto e longo prazo. Assim, os alimentos são classificados de foma errônea, em ruins porque nos fazem engordar e bons porque possuem menos calorias e não nos fará engordar. Quando comemos algo que nos fará engordar, surge o sentimento de culpa, teremos desculpas para exagerarmos mais e somente recomeçarmos tudo novamente, quem sabe na segunda-feira. Um copo de refrigerante light por exemplo, tem menos calorias do que uma maçã, mas se fosse optar, qual você escolheria?
Por Greice Caroline Baggio.

0 comentários:

Postar um comentário