Google Analytics Alternative

Artrite reumatóide e consumo de ácidos graxos insaturados.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009 0 comentários
Doença inflamatória crônica caracterizada por dor nas articulações, iniciando pelas mãos, punhos, pés, tornozeos e joelhos podendo se estender pelo corpo todo, a artrite reumatóide pode ser de causa genética, por alterações na flora intestinal, por alergias e erros alimentares. Dores, fraqueza, febres, rigidez articular são os principais sintomas.
Que tal observar que tipo de alimentos você está consumindo?
Uma dieta rica em ácidos graxos insaturados são essenciais para reduzir a resposta inflamatória. Existem três famílias importantes de ácidos graxos consumidos na dieta que são: Ômega 9, Ômega 6 e Ômega 3.
Estudos mostram a importância da recomendação para o uso da suplementação com ômega-3 em determinadas condições clínicas, como na doença cardiovascular, hipertrigliceridemia e artrite reumatóide.
As principais fontes de ácido a-linolênico ou ômega 3 são os óleos de canola (9,3g/100g), de soja (2,6g/100g), noz (6,8g/100g). Como sabemos, a saúde está em equilibrar de forma adequada, o consumo entre as fontes alimentares de ácidos graxos essenciais.
Por Greice Caroline Baggio.

Água: essencial.

0 comentários
A unidade funcional do rim é o néfron, sua função principal é depurar o sangue, excretar os produtos finais do metabolismo, eliminando substâncias indesejáveis e reabsorvendo o que é essencial ao corpo.
A doença renal pode ser aguda ou crônica, podendo ser resultado de doenças degenerativas ou inflamatórias. Na insuficiência renal crônica ocorre a perda progressiva da função dos rins, com a fibrose ou necrose dos néfrons. Com o avanço da doença, lentamente, todas as funções: de produção de hormônios, a capacidade de excretar os produtos do metabolismo, de reabsorver os nutrientes e de manter o balanço hidroeletrolítico, ficam prejudicados.
Ingerir água pura é um item essencial para preservar a função renal, afinal, o organismo não sobreviveria muito tempo sem a água.
Por Greice Caroline Baggio.

Oleaginosas no cardápio.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009 0 comentários
Oleaginosas são ricas em selênio, vitamina E e gorduras monoinsaturadas, além de serem boas fontes de proteínas, fibras, outras vitaminas, minerais e fitoquímicos.
Amêndoa = Rica em proteínas, em uma colher de sopa ou 15 gramas, há 3,9 gramas de proteínas e 9,4 gramas de gorduras, é um dos alimentos vegetais mais ricos em fósforo e cálcio. Amendoim = Rico em gorduras insaturadas e proteínas, além de vitaminas E, do complexo B e minerais como potássio, magnésio, fósforo, cálcio, ferro, zinco e manganês. Castanha de caju = Rica em gordura monoinsaturada, além de fósforo, ferro, potássio, zinco. Castanha-do-pará = Rica em selênio, vitamina E, ácido fólico, zinco, além de gorduras monoinsaturadas. Também contém proteínas, ferro, potássio.
Avelã = Rica em gorduras monoinsaturadas, contém ainda, vitamina E, cálcio e fósforo. Nozes = Nas nozes estão presentes as gorduras monoinsaturadas, proteínas, vitamina E, magnésio. Pistache = Oleaginosa rica em cálcio, potássio, fósforo, magnésio, vitamina A e vitaminas do complexo B.
Incluir porções adequadas ao cardápio irá fornecer nutrientes essenciais, proteínas de origem vegetal e gorduras monoinsaturadas, além de ácidos graxos essenciais como o ômega 3 e o ômega 6.
Por Greice Caroline Baggio.

EVITE X ADOTE

sábado, 3 de outubro de 2009 0 comentários
Você já parou para pensar nos alimentos que fazem bem à saúde e naqueles que podemos dispensar da dieta alimentar? Tente fazer pequenas mudanças no cardápio e verá que os resultados serão satisfatórios. Disposição, energia, peso saudável, boa aparência... se é o que você precisa, tente!
Por Greice Caroline Baggio.

Saúde plena.

0 comentários
Mente, espírito e corpo são utilizados para descrever o organismo como um todo, porém nosso sistema fisiológico e imunológico está sendo cada vez mais agredido por nossas escolhas alimentares e ambientes que nos cercam. A mente já não compreende suas reações, sente-se agredida ao estresse crônico e ao desequilíbrio alimentar. O estresse hoje é reconhecido como causador de doenças, ficando evidente que as reações emocionais e mentais possuem influência direta com a saúde. O espírito encontra-se esquecido em meio às tarefas diárias a serem cumpridas e o corpo mal nutrido, é onde se reflete os desequilíbrios, instalando-se sintomas e doenças. Considerar esses três aspectos do nosso ser como áreas distintas, é incoerente e detalhar os alimentos que nutrem o corpo, é essencial à busca da saúde plena.
Por Greice Caroline Baggio.

Lentilha.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009 0 comentários
Ela é conhecida por trazer prosperidade na passagem do ano e utilizada nas mais variados pratos nessa data. Crenças à parte, o consumo de lentilha deve ser estendido para todo o ano, pois os seus benefícios ao organismo são variados.
"Em 100 gramas de lentilha cozida são encontradas 93 calorias, proteínas, carboidraos, fibras, cálcio, fósforo, ferro, potássio, além de menores quantidades de cobre, zinco e vitaminas do complexo B."
Confira a revista na integra.
O poder dos grãos & cereais.
Por Greice Caroline Baggio.

O poder dos grãos & cereais.

0 comentários
O poder dos grãos e cereais traz os benefícios e os usos de grãos, cereais, sementes e frutas secas, além de receitas práticas, para serem preparadas em casa, lá você encontra minha contribuição à edição, e mais, soja, quinoa, feijão, arroz, lentilha, grão-de-bico, milho, ervilha, aveia, trigo, linhaça, amaranto, gergelim, cevada, centeio...

Editora Saúde Alto Astral.

Greice Caroline Baggio.

Shakes são opções saudáveis?

0 comentários
Shakes são opções saudáveis? Depende de seus ingredientes e finalidade. Os shakes devem ser consumidos com objetivos reais e positivos, que variam de pessoa para pessoa, substituir refeições por misturas ditas "milagrosas", visando o corpo perfeito, certamente não é um boa idéia. O que deve ser dado maior atenção e cautela são às misturas que prometem resultados milagrosos e rápidos, por isso ter um acompanhamento nutricional adequado é essencial. Sabemos que este tipo de produto não estimula a busca por escolhas mais sensatas, muito menos a formação de hábitos saudáveis, aliando dieta adequada e atividade física. O interessante é quando os shakes ou vitaminas complementam as refeições.
Hoje, as receitas com nutrientes e ingredientes que nutrem o organismo são várias, temos no mercado misturas ricas em fibras, proteínas ou mesmo aquelas que substituem as refeições de forma equilibrada. Fique atento ao rótulo e procedência do produto que irá consumir. Procure orientações e preocupe-se em dar mais nutrição e saúde às refeições.
Por Greice Caroline Baggio.

Nutrição e valorização ao Idoso.

0 comentários
No dia 1º de Outubro é comemorado o dia do idoso, que tem como objetivo sua valorização dentro da sociedade. A ingestão inadequada de alimentos contribui como fator de risco à saúde do idoso, nesta fase, o hábito alimentar é determinando pelas preferências, mundanças fisiológicas, como também pela condição financeira, acesso aos alimentos, integração social. Condições que levam, muitas vezes, ao idoso não se preocupar consigo mesmo, alimentando-se de qualquer maneira, com uma dieta deficiente em qualidade e quantidade. O isolamento social e a pobreza são os fatores que mais contribuem para seu estado nutricional inadequado, além da demência e depressão. Alguns estudos mostram que idosos que moram sozinhos apresentam maior IMC, prevalência maior de obesidade, maior circunferência da cintura, baixa ingestão e baixas reservas de cálcio, maior ingestão de gorduras e dieta pobre em fibras.
Dê maior atenção ao idoso e você idoso, de maior atenção à sua dieta, busque sempre orientações quanto à alimentação.
Por Greice Caroline Baggio.