Google Analytics Alternative

COLÁGENO, BENEFÍCIOS À SAÚDE E ESTÉTICA.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015
O termo “colágeno” é utilizado para denominar uma família de 27 proteínas isoformas encontradas nos tecidos conjuntivos do corpo. Em termos de quantidade, é o composto mais importante do tecido conjuntivo, tais como os ossos, tendões, cartilagens, veias, pele, dentes, bem como nos músculos e na camada córnea dos olhos, tem a função de contribuir com a resistência, elasticidade e estrutura dos tecidos e cada tipo de colágeno possui uma função específica e atua em tecidos diferentes do corpo.

Estão classificados pelo menos 18 tipos de colágenos e suas subunidades (cadeias alfa) são codificadas por genes diferentes. Os colágenos tipo I, II e III são os mais abundantes do organismo. O tipo I está presente na pele, tendão e osso; o tipo II, em cartilagem e humor vítreo; e o tipo III, em pele e músculos.

O colágeno hidrolisado é um dos ingredientes com características funcionais, é uma proteína de origem animal, cuja função no organismo é contribuir com a integridade estrutural dos tecidos em que está presente. 

Com o início da fase adulta, a deficiência de colágeno começa a ser notada, a produção de colágeno endógeno é diminuída gradativamente, sendo necessária a sua suplementação. A partir dos 50 anos de idade, a produção de colágeno diminui cerca de 35%, em especial para a reparação de ossos, músculos, tendões, cartilagens, pele, ou seja, engloba todos os tecidos de sustentação no organismo. 

Quais são os fatores que diminuem a quantidade de colágeno no organismo? 
Alterações hormonais, fumo, drogas, álcool, estresse emocional, alimentos processados, açúcar branco, excesso de gorduras saturadas e hidrogenadas na dieta, carências nutricionais, desidratação, exposição excessiva ao raios UV, traumas são fatores relevantes. Defeitos genéticos, doenças como lúpus eritematoso sistêmico ou artrite reumatóide podem destruir as fibras de colágeno saudáveis.

O colágeno hidrolisado é solúvel em água, sendo composto por 90% de proteína, 2% de sais minerais, e 8% de água. A característica mais importante do colágeno hidrolisado é a sua composição de aminoácidos, fornecendo um alto nível de glicina e prolina, dois aminoácidos essenciais para a estabilidade e a regeneração das cartilagens, sendo uma proteína de fácil digestão Sua principal função é dar sustentação e elasticidade à pele, ossos, cartilagens, tendões e ligamentos. 
Portanto, apresenta efeitos benéficos ao organismo e à estética, contribuindo a beleza da pele, cabelos e unhas.

Um corpo saudável e que recebe nutrientes de forma adequada reflete-se na beleza física, por isso uma alimentação adequada, atividade física, com o uso de nutricosméticos, que atuam de "dentro para fora", estão ganhando cada vez mais espaço no mercado.

Alguns exemplos dos benefícios do colágeno hidrolisado: 
O colágeno pode ser utilizados em tratamentos para melhorar a elasticidade e firmeza da pele e prevenção de doenças, como a osteoartrite, osteoporose, hipertensão e úlcera gástrica.

Diversos estudos destacam os benefícios da ingestão de colágeno para o organismo: 
- Melhoria da firmeza e hidratação da pele; atua no fortalecimento de unhas e promove maior resistência, espessura, crescimento aos cabelos;
- Proteção dos danos das articulações; 
- Melhoria no tratamento da osteoporose; 
- Prevenção do envelhecimento. a ingestão de colágeno hidrolisado pode aumentar a produção de colágeno pelos fibroblastos e retardar o envelhecimento da pele; 
- Anti-hipertensivo; 
- Proteção contra úlcera gástrica;
- Permite que o organismo mantenha uma quantidade de massa muscular adequada, aliado a atividade física é boa fonte proteica.

A menor produção de colágeno impede que os fibroblastos recebam informações mecânicas, ocorrendo o desequilíbrio entre a produção de colágeno e a ação de enzimas que degradam o colágeno. Na pele envelhecida, há uma menor produção de colágeno pelos fibroblastos e uma maior ação das enzimas que o degradam, e este desequilíbrio avança o processo de envelhecimento.

Quanto você precisa consumir?
A suplementação dietética com colágeno promove a síntese de colágeno na pele. Provavelmente, os peptídeos de colágeno possam aumentar a ação de fibroblastos e a formação de fibrilas de colágeno de uma maneira específica. A dose recomendada é de 20 gramas ao dia, 2 colheres de sopa, de colágeno hidrolisado em pó acrescentado em água, suco, leite ou iogurte. 

Para o colágeno líquido recomenda-se um frasco por dia, ou 10 gramas de colágeno.

Ainda, são necessários nutrientes que ajudam o corpo a sintetizar e a preservar o colágeno por diversos caminhos metabólicos, agindo como cofatores. Por isso é fundamental ter uma dieta equilibrada e variada, é preciso consumir alimentos ricos em ômega-3, vitamina A, enxofre, lisina, carotenoides, selênio e em especial em vitamina C. Uma alimentação variada é essencial a minimizar a falta de colágeno.

Fonte: Artigo Scielo SCIELO.
Por Greice Caroline Baggio Simioni.

-------------------------------------------------------------------------------------------------
CONHEÇA O COLÁGENO LÍQUIDO:
O Colágeno Líquido é uma bebida formulada com matéria-prima reconhecida e de altíssima qualidade! Com sabor de morango, limão ou abacaxi – a bebida contém uma alta concentração de colágeno hidrolisado (10 gramas por frasco) e o teor ideal de vitaminas A e C, zinco e selênio, que trabalham sinergicamente para criar um dos produtos mais avançados e eficazes que há no mercado. O colágeno é uma proteína produzida naturalmente pelo organismo, porém após os 30 anos de idade sua produção começa a diminuir. Aos 50 anos, o corpo produz apenas 35% do colágeno necessário. Por isso, a sua reposição é tão importante.

INGREDIENTES
Colágeno, vitamina C, vitamina A, selênio e zinco.



10 gramas de colágeno hidrolisado e o teor ideal de vitaminas A e C, zinco e selênio trabalham em sinergia.

Acesse Qualinova.

0 comentários:

Postar um comentário