Google Analytics Alternative

AVEIA E LINHAÇA. UMA COMBINAÇÃO SAUDÁVEL.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Esses dois alimentos em conjunto promovem a saúde, e dentro de um plano alimentar equilibrado, quem inclui porções adequadas percebe seus benefícios.

O que há na aveia de tal especial?
A aveia contém tanto fibras solúveis, como insolúveis, cerca de 9,1 gramas em 100g, mas a atenção especial são as fibras solúveis, as betaglucanas, que regulam o trânsito intestinal, proporcionando seu bom funcionamento.

Além disso, consumi-la regularmente pode auxiliar no controle da glicemia e pressão sanguínea, mantendo as artérias saudáveis e controlando o diabetes. Estudos indicam que o cereal pode reduzir o colesterol e o LDL colesterol, que são fatores de risco para as doenças coronarianas. O ideal é o consumo da aveia crua, em vitaminas, saladas de frutas ou iogurtes, pois as quantidades de betaglucanas são reduzidas quando adicionadas em preparações que necessitam de aquecimento, como mingaus, bolos ou sopas, por isso biscoitos de farelo de aveia, se tratando de betaglucanas, não valem. As betaglucanas absorvem água no intestino e forma uma pasta viscosa que retém o colesterol e açúcares dos restos alimentares.

E quanto a linhaça?
Nas sementes, além de proteínas de fácil assimilação, contendo aminoácidos essenciais, entre eles arginina, glutamina, histidina, há vitaminas do complexo B, B1, B2, vitamina E, minerais como, ferro, zinco, em menores quantidades, fósforo, potássio, cálcio e magnésio.
Segundo os estudos, nas sementes da linhaça há nutrientes que dão aporte nutricional extra à saúde e ainda podem prevenir alguns tipos de câncer, entre os nutrientes estão:

- As lignanas que desempenham papel importante na prevenção do câncer de mama e próstata; São fibras insolúveis que ligam-se aos ácidos biliares reduzindo sua absorção, ainda auxilia no equilíbrio da microbiota intestinal;

- O ômega 3 ou ácido alfa-linolênico, que altera a composição das membranas celulares e inibe a formação de processos inflamatórios, podendo controlar o crescimento de células cancerígenas; Os ácidos graxos essenciais são precursores dos eicosanóides, hormônios que controlam e proporcionam o equilibrio hormonal e o controle de todas às funções vitais do organismo.

Quais os benefícios de consumi-la como semente
O mais importante é que esteja bem conservada, seja fresca e que o consumo seja diário. As sementes são ricas nutrientes essenciais e é considerada um alimento biogênico. A semente de linhaça não contém glúten, tem um custo baixo e sabor agradável. As sementes de linhaça é rica em fibras e lignana. As fibras auxiliam no controle de peso e regularização do intestino. Estudos comprovam seus efeitos no controle e prevenção de risco de doenças cardiovasculares. A semente linhaça pode ser acrescentada em frutas, iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, sopas... O melhor a fazer triture e consuma na hora.

Quais os benefícios de consumi-la como farinha
Fonte de fibras, mas como a maioria é parcialmente desengordurada, tem menor teor de ômegas 3, 6 (gorduras) e de lignanas se comparada a semente inteira. Controlar a porção. O aporte de fibras deve ser individualizado.

Quais os benefícios de consumi-la como óleo
Extraídos da semente de linhaça prensado a frio, além de ômega 3 e 6, é fonte de vitamina E, vitamina antioxidante, porém não devemos aquecer, suas propriedades são modificadas, oxida-se, ocorrendo perdas. Prefira os obtidos por uma única prensagem a frio, sem aditivos químicos, só assim é uma ótima fonte de nutrientes, o principal é controlar a porção. Substituir o azeite para tempero de saladas é uma boa alternativa.

Por Greice Caroline Baggio.

1 comentários:

{ Laragon } at: 20 de agosto de 2017 11:32 disse...

Quanto devo comer de aveia e linhaça

Postar um comentário