Google Analytics Alternative

WHEY PROTEIN X PROTEÍNA DE ARROZ NA HIPERTROFIA.

sábado, 14 de maio de 2016
Quem frequenta academias para ganhar massa muscular já deve ter ouvido falar e até tomado algum tipo de whey, suplemento popular que ajuda no ganho de massa muscular, de força e até mesmo na perda de peso.

Tradicionalmente, o whey é obtido a partir do soro de leite, o que gera proteína de maior qualidade nutricional. O processo chamado de filtragem determina o tipo de whey que será produzido. A whey concentrada, isolada e hidrolisada, cujas diferenças são, principalmente, o preço e a velocidade de absorção. O tipo isolado tem em sua composição até 95% de proteína, baixa quantidade de carboidratos e de gorduras, sendo muito utilizada no período pós-treino.
Embora tenha tantos benefícios, algumas pessoas não usam esse suplemento por ter algum tipo de restrição alimentar, como a intolerância a lactose ou alergia à proteína do leite. Pensando nisso, foi desenvolvido o whey vegetal. 

Atualmente, a proteína de arroz é utilizada como alternativa a proteína do soro do leite. Esse produto de origem vegetal contém entre 6-8% de leucina. A leucina é um aminoácido que favorece a formação de músculo. Mas, diante de tantos benefícios das proteínas de origem animal e vegetal, uma dúvida surge: Qual é a melhor para hipertrofia (aumento da massa muscular)?

Um estudo publicado no Nutrition Journal avaliou o efeito da suplementação de whey protein e da proteína do arroz na composição corporal de indivíduos submetidos a exercício de força, popularmente conhecido como musculação.

Os participantes do estudo foram divididos em dois grupos: um consumia 48 g de whey isolado e o outro 48 g de proteína isolada de arroz durante oito semanas. Após as oito semanas, ambos os grupos aumentaram a massa magra e apresentaram redução de gordura corporal, sem apresentar diferenças significativas entre eles. Sendo assim, a proteína isolada de arroz aparece como uma alternativa eficaz para o aumento de massa muscular. Experimente!

0 comentários:

Postar um comentário